Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more
NEWS
Workshop "How to take the most out of ESA Business Application"
21
JUN
2018
Show_esa_ba_pt_20180703
Photo by IPN

O programa ESA Business Applications da Agência Espacial Europeia é promovido em Portugal pelo Instituto Pedro Nunes e apoia projetos que apliquem tecnologia espacial para melhorar a vida na Terra em setores como transportes, energia, saúde, agricultura, meio ambiente e segurança.

O Instituto Pedro Nunes (IPN), em estreita colaboração com a Agência Espacial Europeia (ESA), organiza no dia 3 de julho, terça-feira, no Centro de Congressos de Lisboa, um workshop que vai ensinar como se constroem candidaturas de sucesso ao ESA Business Applications, um programa que apoia e financia o desenvolvimento de novos produtos e serviços terrestres com recurso a tecnologia espacial.

O programa Business Applications da ESA, promovido em Portugal pelo IPN, tem como objetivo apoiar empresas que apliquem tecnologia espacial, com forte ligação a telecomunicações e de dados de satélites, em setores terrestres, como transportes, energia, saúde, agricultura, meio ambiente e segurança. Este apoio, técnico, financeiro e de modelo de negócio, pode ser aplicado a duas tipologias de projetos: viabilidade (projetos centrados no desenvolvimento de modelo de negócio) e demonstradores (projetos de teste e implementação dos novos produtos/serviços).

O workshop está agendado para as 11h30 e será conduzido por Roberto Cossu, Portugal Country Manager na ESA no que respeita a Downstream Business Applications. É uma iniciativa integrada no encontro anual dos investigadores portugueses – Encontro com a Ciência e Tecnologia em Portugal, Ciência 2018 - e a inscrição é gratuita, mas obrigatória, em: http://www.encontrociencia.pt/.

O Instituto Pedro Nunes enquanto embaixador do programa ARTES em Portugal, já apoiou oito projetos em áreas como a agricultura, space weather, energia, recursos do mar, turismo entre outras.

A empresa Present Technologies foi uma das apoiadas em 2015 para testar a viabilidade do modelo de negócio do SWAIR - Space Weather and GNSS monitoring services for Air Navigation -, um projeto focado na segurança da navegação aérea, através da monitorização da qualidade do sinal dos satélites, e que vai ser testado em dois aeroportos nacionais em 2019.